Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

Novas regras de trânsito: veja o que muda a partir de segunda-feira

Saiba como ficará a mudança na pontuação para suspensão do direito de dirigir; o aumento do período de validade da CNH; o transporte de crianças nos diversos veículos; a alteração na gravidade de algumas infrações e o enquadramento da infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção.

Deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista será infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47.

No dia 12 de abril passam a valer as alterações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) trazidas pela Lei Federal 14.071/20. São diversas mudanças que impactam na vida de condutores, proprietários de veículos, ciclistas. Veja algumas das principais alterações:

Ampliação do prazo de validade do exame para renovação da CNH –
Condutores com menosde 50 anos – validadede até 10 anos;
Condutores com idades entre 50 e 69 anos – validadede até 05 anos;
Condutores com 70 anos ou mais – validadede até 03 anos.
Obs: a validadedo exame pode ser reduzida a critério médico.

Aumento do limite de pontos para suspensão do direito de dirigir –
20 pontos, no períodode 12 meses, com duas ou mais infrações gravíssimas;
30 pontos, no períodode 12 meses, com uma infração gravíssima;
40 pontos, no períodode 12 meses, sem nenhuma infração gravíssima;
** 40 pontos, no períodode 12 meses, para condutor que exerce atividade remunerada, independentemente da natureza das infrações.
** novas regras para infrações lavradas a partir 12de abril.

Obrigatoriedade do uso dos equipamentos de retenção –
Crianças menores de 10 anos que não tenham atingido 1,45m deverão ocupar o banco traseiro e utilizar equipamento de retenção adequado.

Aumento da idade mínima para crianças em motos –
Será proibido transportar criança menor de 10 anos ou sem condições de cuidar da própria segurança.

Luz baixa durante o dia em rodovias apenas em pista simples –
Não será mais exigida a luz baixa quando o veículo já dispuser da luz DRL, quando em pista duplicada ou dentro do perímetro urbano.

Redução da gravidade da infração para motocicleta com farol apagado –
Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis do veículo apagados será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e quatro pontos na CNH.

Enquadramento da infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção –
Anova regra estabelece que conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor com a utilização de capacete de segurança sem viseira ou óculos de proteção ou com viseira ou óculos de proteção em desacordo com a regulamentação do Contran será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e retenção do veículo para regularização.

Dispensa do porte do documento de habilitação quando a fiscalização puder consultar o sistema –
O porte do documento de habilitação poderá ser dispensado, caso a fiscalização consiga, através de verificação do sistema, comprovar que o condutor está habilitado.

Alteração na validade do exame toxicológico –
Renovação do exame toxicológico obrigatória a cada 02 anos e 06 meses para os condutores de categorias C, D e E e com idade inferior a 70 anos.
Condutores acima de 70 anos não precisam renovar o exame toxicológico antes do vencimento de sua CNH.
Outra novidade é o enquadramento para o motorista que dirigir sem ter realizado o exame toxicológico previsto após 30 dias do vencimento do prazo de 02 anos e 06 meses (art. 148-A §2º) ou para quem exerce atividade remunerada e não comprova na renovação do documento a realização do exame no período exigido. Aconduta será considerada infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 1.467,35 e suspensão do direito de dirigir por três meses.

Aumento da gravidade da infração para quem não reduz ao passar ciclista –
Deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista será infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47.

Aumento do prazo para comunicação de venda –
O prazo para comunicação passará a ser de 60 dias, após decorrido o prazo de 30 dias para que o novo proprietário providencie a transferência do registro.A nova legislação também abre a possibilidade de que esse procedimento seja eletrônico.

Redução da gravidade da infração para quem deixa de transferir o veículo no prazo –
Deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta dias será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e remoção do veículo. (Fonte: Detran RS)

 

 

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Geral

O deputado estadual Fábio Ostermann (Novo) realizou um levantamento que apontou a CNH do RS como a mais cara do Brasil.

Agronegócio

O prazo para Declaração Anual de Rebanho, obrigatória para os produtores rurais,  terá início em 1º de junho e se estenderá até 31 de...

Geral

O consumidor terá prazo de até 90 dias para fazer o resgate dos valores.

Geral

A Assembleia Legislativa aprovou, na noite da terça-feira (3/5), o projeto de lei que prevê um aumento de 6% na remuneração dos servidores do...

Educação

A ação é voltada para jovens de 17 a 22 anos, que concluíram ou estão fazendo o 3º ano do ensino médio em escolas...

Geral

Desde novembro de 2020, a folha vem sendo paga com regularidade.

Geral

Veículos suspeitos de serem utilizados para o cometimento de crimes foram interceptados e fiscalizados, refletindo na prisão em flagrante de 48 criminosos

Geral

Ranolfo assumiu após a renúncia de Leite, que esteve à frente do Executivo gaúcho por três anos e três meses.

Política

O governador não afirmou se irá concorrer à Presidência ou a outro cargo nas eleições deste ano.

Geral

Podem participar os credores dos cerca de 65 mil precatórios do TJRS, TRT4 e TRF4.

Geral

O programa também prevê de forma pioneira, recursos para garantir aos animais seus direitos assegurados em lei.

Geral

Veja onde e como acessar o documento

Agronegócio

Os volumes previstos deverão oscilar entre 20 e 45 mm na maioria das regiões

Geral

Os Alertas serão mantidos até que se tenha o resultado dos impactos causados pela alta circulação da população durante o feriadão de Carnaval

Agronegócio

Os volumes previstos deverão ser inferiores a 10 mm na Campanha, Região Central e na Fronteira Oeste.

Geral

Algumas regiões seguem apresentando crescimento de casos, ocupação em leitos clínicos e de UTIs e também de óbitos.

Agronegócio

A China manteve a liderança entre os principais destinos das exportações do agronegócio gaúcho em 2021