Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

Novas regras de trânsito: veja o que muda a partir de segunda-feira

Saiba como ficará a mudança na pontuação para suspensão do direito de dirigir; o aumento do período de validade da CNH; o transporte de crianças nos diversos veículos; a alteração na gravidade de algumas infrações e o enquadramento da infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção.

Deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista será infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47.

No dia 12 de abril passam a valer as alterações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) trazidas pela Lei Federal 14.071/20. São diversas mudanças que impactam na vida de condutores, proprietários de veículos, ciclistas. Veja algumas das principais alterações:

Ampliação do prazo de validade do exame para renovação da CNH –
Condutores com menosde 50 anos – validadede até 10 anos;
Condutores com idades entre 50 e 69 anos – validadede até 05 anos;
Condutores com 70 anos ou mais – validadede até 03 anos.
Obs: a validadedo exame pode ser reduzida a critério médico.

Aumento do limite de pontos para suspensão do direito de dirigir –
20 pontos, no períodode 12 meses, com duas ou mais infrações gravíssimas;
30 pontos, no períodode 12 meses, com uma infração gravíssima;
40 pontos, no períodode 12 meses, sem nenhuma infração gravíssima;
** 40 pontos, no períodode 12 meses, para condutor que exerce atividade remunerada, independentemente da natureza das infrações.
** novas regras para infrações lavradas a partir 12de abril.

Obrigatoriedade do uso dos equipamentos de retenção –
Crianças menores de 10 anos que não tenham atingido 1,45m deverão ocupar o banco traseiro e utilizar equipamento de retenção adequado.

Aumento da idade mínima para crianças em motos –
Será proibido transportar criança menor de 10 anos ou sem condições de cuidar da própria segurança.

Luz baixa durante o dia em rodovias apenas em pista simples –
Não será mais exigida a luz baixa quando o veículo já dispuser da luz DRL, quando em pista duplicada ou dentro do perímetro urbano.

Redução da gravidade da infração para motocicleta com farol apagado –
Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis do veículo apagados será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e quatro pontos na CNH.

Enquadramento da infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção –
Anova regra estabelece que conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor com a utilização de capacete de segurança sem viseira ou óculos de proteção ou com viseira ou óculos de proteção em desacordo com a regulamentação do Contran será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e retenção do veículo para regularização.

Dispensa do porte do documento de habilitação quando a fiscalização puder consultar o sistema –
O porte do documento de habilitação poderá ser dispensado, caso a fiscalização consiga, através de verificação do sistema, comprovar que o condutor está habilitado.

Alteração na validade do exame toxicológico –
Renovação do exame toxicológico obrigatória a cada 02 anos e 06 meses para os condutores de categorias C, D e E e com idade inferior a 70 anos.
Condutores acima de 70 anos não precisam renovar o exame toxicológico antes do vencimento de sua CNH.
Outra novidade é o enquadramento para o motorista que dirigir sem ter realizado o exame toxicológico previsto após 30 dias do vencimento do prazo de 02 anos e 06 meses (art. 148-A §2º) ou para quem exerce atividade remunerada e não comprova na renovação do documento a realização do exame no período exigido. Aconduta será considerada infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 1.467,35 e suspensão do direito de dirigir por três meses.

Aumento da gravidade da infração para quem não reduz ao passar ciclista –
Deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista será infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47.

Aumento do prazo para comunicação de venda –
O prazo para comunicação passará a ser de 60 dias, após decorrido o prazo de 30 dias para que o novo proprietário providencie a transferência do registro.A nova legislação também abre a possibilidade de que esse procedimento seja eletrônico.

Redução da gravidade da infração para quem deixa de transferir o veículo no prazo –
Deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta dias será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e remoção do veículo. (Fonte: Detran RS)

 

 

Leia também

Geral

Empresas de seguro que atuam no Rio Grande do Sul já receberam 23.441 comunicados de acidentes decorrentes dos efeitos adversos dos temporais que atingem...

Geral

De acordo com a Sala de Situação da Defesa Civil do Rio Grande do sul, a partir da noite desta quinta-feira (23), as temperaturas...

Geral

Em entrevista ao Programa da Manhã, apresentado por Fátima Metz pela Rádio Integração FM, o prefeito de Dilermando de Aguiar, Clainton Ilha, anunciou a...

Geral

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou, no fim da tarde dessa terça-feira (21), o chamado Plano Rio Grande, visando a reconstrução...

Geral

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avançou com a construção do desvio ao lado da ponte sobre a várzea do Rio Toropi,...

Geral

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou a Lei Complementar 206, de 2024, que suspende por três anos o pagamento da...

Geral

O governo estadual publicou, no Diário Oficial dessa quarta-feira (15), autorização para abertura de chamamento de policiais civis aposentados e bombeiros militares da reserva....

Geral

Em sua terceira visita ao Rio Grande do Sul em duas semanas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou, nesta quarta-feira (15), a...

Geral

As famílias que perderam móveis, eletrodomésticos e outros objetos com as enchentes que devastaram o Rio Grande do Sul nas últimas semanas terão direito...

Geral

Com o fechamento, por tempo indeterminado, do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, por conta das chuvas que vêm atingindo o Rio Grande do Sul, os...

Geral

Em publicação nas redes sociais, o prefeito de Dilermando de Aguiar Claiton Ilha, divulgou na segunda-feira (13), que a ponte da divisa com São...

Geral

Se acordo com informações divulgadas por volta das 8h desta terça-feira (14), são 10 o número de famílias do município desalojadas com as inundações...

Geral

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avançou com a recomposição do aterro, que cedeu durante as chuvas do início de maio, no...

Geral

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, confirmou nesta segunda-feira (13) que a maior parte dos R$ 93,47 milhões doados por pessoas...

Geral

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a flexibilização do calendário escolar no Rio de Grande do Sul. As regras serão publicadas em uma resolução do...

Geral

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgou na quinta-feira (9) uma lista com nomes dos mortos e desaparecidos em razão das enchentes...

Geral

A quantidade de pessoas desalojadas no Rio Grande do Sul mais que dobrou em 24 horas, passando de mais de 163 mil nessa quarta-feira...