Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

STF forma maioria para descriminalizar porte de maconha para uso pessoal

Na quinta-feira (20), Toffoli apresentou um novo entendimento, afirmando que a lei sobre porte de drogas não possui efeito penal, mas administrativo. Foto: STF

O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria nesta terça-feira (25) para descriminalizar o porte de maconha para uso pessoal, uma decisão que pode mudar a abordagem legal sobre a substância no Brasil. Embora a conduta continue sendo ilícita, ela não será mais tratada como crime, evitando penalidades para indivíduos pegos com pequenas quantidades destinadas ao consumo próprio.

A maioria foi estabelecida após o ministro Dias Toffoli esclarecer seu voto, complementando na sessão de hoje. Luiz Fux e Cármen Lúcia ainda precisam votar, mas o placar atual é:

Ministros favoráveis à descriminalização: Gilmar Mendes (relator), Edson Fachin, Luís Roberto Barroso (presidente da Corte), Alexandre de Moraes, Rosa Weber (aposentada) e Dias Toffoli.

Ministros contra a descriminalização: Cristiano Zanin, André Mendonça e Nunes Marques.

Na quinta-feira (20), Toffoli apresentou um novo entendimento, afirmando que a lei sobre porte de drogas não possui efeito penal, mas administrativo. Depois de dúvidas levantadas quanto ao seu posicionamento, ele esclareceu na sessão de hoje que votou pela descriminalização, consolidando assim a maioria.

“Reitero que descriminalização não se confunde com a legalização. A legalização é uma abordagem ainda mais abrangente. Ela não apenas autoriza o porte de drogas para consumo pessoal, mas também regulamenta a produção e a venda dessas substâncias para fins medicinais e recreacionais, similarmente ao que acontece com o álcool e o tabaco”, disse Toffoli.

Ele também sugeriu que fosse alterado um entendimento do próprio STF de 2007, para que a conduta não acarrete antecedentes criminais. “O estabelecimento de medidas educativas não viola os princípios constitucionais citados, porque não preveem sanção propriamente dita, mas, sim, medidas de natureza preventiva, sem conteúdo repressivo”, explicou em seu voto.

Diferenciação entre uso pessoal e tráfico – Um dos pontos centrais da discussão no Tribunal é a diferenciação entre uso pessoal e tráfico de drogas. Os ministros discutem os requisitos para essa distinção, com entendimentos variando entre 10 a 60 gramas. Edson Fachin afirmou que cabe ao Congresso definir essa questão, enquanto Toffoli sugere que o Legislativo deve apresentar os parâmetros em até 18 meses.

Atualmente, a Lei de Drogas determina que a definição fique a critério do juiz, o que, segundo alguns ministros do Supremo, abre brechas para o enquadramento de pessoas a partir de vieses parciais e, por vezes, discriminatórios com base na cor da pele dos indivíduos.

Leia também

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira (26), fixar em 40 gramas ou seis plantas fêmeas de Cannabis sativa a quantidade de maconha para caracterizar...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria de votos nesta sexta-feira (12) para ampliar a regra do foro privilegiado para julgar políticos na Corte, mas...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu nesta quarta-feira (6) o julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas. A data para retomada do julgamento...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quarta-feira (6) o julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal. O julgamento começou...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou nesta quinta-feira (29) a retomada do julgamento sobre a revisão da vida toda de aposentadorias do Instituto Nacional do Seguro...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na quinta-feira (8), por maioria, que empregado público de empresas públicas e de sociedades de economia mista podem...

Geral

O STF (Supremo Tribunal Federal) validou nesta quinta-feira (26) a lei que permite a retomada de imóveis de devedores sem necessidade de decisão judicial....

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu nesta quinta-feira (19) uma tese de julgamento para garantir que condenados por tráfico privilegiado de drogas tenham direito...

Geral

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (28) a suspensão de todos os processos existentes no País que...

Geral

Parado no Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2015, o julgamento que discute a constitucionalidade do crime de porte de drogas para consumo próprio será...

Geral

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (30) maioria de votos para derrubar a prisão especial para quem tem curso superior. Até o momento,...

Policial

Droga sintética de efeito alucinógeno e estrutura química semelhante ao LSD (ácido lisérgico), a “ALD-52” foi detectada pela primeira vez no Rio Grande do...

Policial

Um homem de 21 anos foi abordado pela Brigada Militar no início da madrugada do sábado (18), por volta da 1h, após denúncia via...

Geral

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por maioria, que é constitucional autorizar coercitivamente a apreensão da CNH e do passaporte de cidadãos para assegurar o...

Política

Por volta das 18h de ontem (27), a Brigada Militar recebeu denúncia via fone 190, de que havia jovens consumindo drogas na Praça Crescêncio...

Policial

Por volta das 23h da última sexta-feira (13), a guarnição da Brigada Militar foi informada que havia pessoas fazendo uso de maconha em frente...

Geral

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o bloqueio de contas bancárias de 43 pessoas físicas e jurídicas suspeitas de...