Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Saúde

Governador decide pela suspensão da cogestão e todo o RS deverá ter bandeira preta

Nesta quinta, o número de pacientes com risco de morte esperando atendimento de UTI é de 30.
O governador Eduardo Leite anunciou, em reunião virtual com a Federação da Associação de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) na tarde desta quinta-feira (25), que tomou a decisão de suspender temporariamente a cogestão no modelo de distanciamento controlado. As medidas entram em vigor a partir de sábado (27). Assim, as cidades que estão nas regiões em bandeira preta e tomaram medidas mais flexíveis do que as estabelecidas nesta classificação, como Porto Alegre, terão de aumentar suas restrições. Inicialmente, a norma, que traz restrições rigorosas de circulação de pessoas, valerá por uma semana.
Nesta sexta-feira (26), uma nova rodada de classificação das 21 regiões de covid-19 terão as bandeiras anunciadas e terão de cumprir os protocolos correspondentes na semana seguinte, sem hipótese de abrandamento por regras locais previstas pela cogestão, por ora suspensa.
No momento, há 11 regiões do mapa da covid-19 em bandeira preta, de altíssimo risco, com regras que aproximam as regiões inseridas de um lockdown. Para a classificação desta sexta-feira (26), a tendência é de que todas as regiões, inclusive a de Santa Maria onde São Pedro faz parte,  sejam alçadas à bandeira preta. Diante de uma ocupação superior a 90% dos leitos de UTI no RS e de números negativos que aumentam a cada novo dia, a Secretaria da Saúde (SES) acionou nesta quinta-feira (25) o último nível da fase 4 do Plano de Contingência Hospitalar, montado no início da pandemia. “Esta é maior taxa de ocupação até agora, uma situação de extrema gravidade, e será necessária a utilização de espaços disponíveis em cada instituição da rede hospitalar do Estado”, explica o diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade.
Além da suspensão imediata das cirurgias eletivas (com exceção das cirurgias de urgência ou que representem risco para o paciente), deverão ser instalados leitos emergenciais em salas de recuperação e em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) intermediárias. Junto à ocupação dessas áreas a serem disponibilizadas, deverão também ser acionadas as equipes técnicas desses setores, especialmente as equipes médicas e de enfermagem.
“A partir de agora, os hospitais gaúchos, entre públicos e privados, têm o compromisso de disponibilizar toda a sua estrutura para atendimento de casos de Covid-19, porque estamos na fase mais crítica, que precisa de atitudes mais drásticas”, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.
Conforme indicava o mapa de leitos no início da tarde desta quinta-feira (25), 2.698 leitos de UTI estavam ocupados no RS, incluindo leitos com atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e os privados, a maior taxa de ocupação da pandemia. A lista de espera por leitos em UTI também só cresce.

No dia 13 de fevereiro, dois pacientes em estado gravíssimo aguardavam transferência para um leito de UTI. Nesta quinta, o número de pacientes com risco de morte esperando atendimento de UTI é de 30. Outro dado preocupante é cerca de 60% dos pacientes que internam em UTIs morrem.

Leia também

Geral

Na manhã desta sexta-feira (29), a prefeita de São Pedro do Sul, Ziania Bolzan, e o prefeito de Toropi, Lauro Scherer, acompanhados de lideranças...

Geral

Depois de ter antecipado 90% do 13º salário no dia 1º de novembro, o governo do Estado quita a gratificação natalina na quarta-feira (20)...

Geral

Com votação prevista para esta terça-feira (19) na Assembleia Legislativa, o projeto de aumento de 17% para 19,5% na alíquota geral do Imposto sobre...

Geral

O governo do Estado assinou, nesta quinta-feira (14), convênios com os 202 municípios selecionados no programa RS Qualificação, iniciativa da Secretaria de Trabalho e...

Geral

O Ministério Público de São Pedro do Sul expediu, na segunda-feira (11), recomendação para que a Prefeita Municipal, Ziânia Bolzan, rescinda contrato temporário com...

Geral

Cinco pessoas morreram e mais de 28 mil tiveram que deixar suas casas em razão dos eventos meteorológicos que ocorreram no Rio Grande do...

Geral

O jornalista e professor universitário Carlos André Dominguez, mais conhecido como Cadré, esteve recentemente em Santa Maria  para o lançamento do livro de sua...

Geral

A Associação Comercial e Industrial de São Pedro do Sul fez o lançamento durante a 1ª Expo São Pedro da campanha de final de...

Geral

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Profissional (STDP) divulgou, nesta segunda-feira (2/10), a lista dos 185 municípios selecionados...

Geral

Encerrou às 17h as eleições para o Conselho Tutelar de São Pedro do Sul. As cinco Conselheiras eleitas são: Jussara Margarete da Silva Maciel...

Geral

A formação de um novo ciclone extratropical em alto-mar, próximo à costa do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, prevista para esta...

Solidariedade

Após os danos deixados pela enchente, a região do Vale do Taquari recebe uma série de doações destinadas aos municípios mais afetados. Doações de voluntários...

Geral

O governador Eduardo Leite anunciou que decretará estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul e que não haverá desfiles alusivos ao 7...

Geral

Aconteceu nessa sexta-feira (28) a 1ª edição do Café com a Prefeita. De acordo com a prefeita Ziania Bolzan (PTB), a iniciativa é uma...

Eventos

Dezenas de caminhoneiros são esperados neste sábado (22) para a 17ª edição da Festa do Caminhoneiro que tem inicio previsto para às 16h com...

Geral

Devido aos transtornos relacionados ao ciclone extratropical que está atuando sobre o RS, e para evitar riscos aos alunos professores e funcionários, a Secretaria...

Geral

Acontece na manhã desta segunda-feira (22) no auditório da Associação Comercial e Industrial (ACI), o 2º Módulo do Programa de Desenvolvimento do Turismo Rural...