Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Policial

Dono de agência de modelos abusava de adolescentes em casa no Passo do Julião

De acordo com a reportagem publicada no G1 na segunda-feira (1), o MP-RS apurou que um homem e uma mulher agendavam sessões de fotografia que ocorriam tanto na sede da agência em Camobi como em uma casa no balneário do Passo de Julião, em São Pedro do Sul. Nos locais, além do assédio, as vítimas eram incitadas a participar de “jogos” em que ficavam nuas e faziam orgias sexuais com os presentes. Durante o inquérito, a polícia ouviu cerca de 20 garotas que foram alvos do grupo. A maioria tinha entre 15 e 17 anos, e moravam em São Pedro do Sul na época, onde o dono da agência teria parentes.
Entenda o caso
Uma funcionária de uma agência de modelos foi condenada por exploração sexual de adolescentes em Santa Maria, na Região Central do estado, em 2014. O julgamento aconteceu na última sexta-feira (29).
Os desembargadores da 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RS (TJ-RS) consideraram que a mulher e o dono e fotógrafo da agência de modelos GL Models prometiam carreira de sucesso em troca de fotos e vídeos pornográficos, além de incitarem as vítimas à prática de relações sexuais com pessoas indicadas por eles.
Durante o processo houve cisão dos feitos, pois foi determinada instauração de incidente de insanidade mental em relação ao acusado. Já a ré foi condenada à pena de cinco anos de reclusão, em regime inicial semiaberto, com o direito de apelar em liberdade. A defesa ingressou com recursos.
Relembre o caso
As investigações começaram em janeiro de 2014 por meio de uma denúncia anônima. A investigação da Polícia Civil confirmou a existência da rede de favorecimento à exploração sexual de adolescentes, e o Ministério Público denunciou os dois.
Conforme a denúncia, os réus enganavam as vítimas, prometendo investimento em uma carreira promissora de modelo, com projeção nacional, para fazê-las se submeterem aos desejos dos denunciados.
Para a desembargadora Fabianne Breton Baisch, os fatos foram comprovados pelas “firmes, coerentes e convincentes narrativas das vítimas”.
“Detalharam o itinerário criminoso desenvolvido pela ré e o corréu, relatando que eram contratadas pelo último para trabalharem como modelos em sua agência, a increpada auxiliando-o ativamente tanto na captação das menores para trabalharem, quanto na persuasão destas para que realizassem ensaios fotográficos sensuais, em trajes íntimos ou nuas, assim como vídeos de conteúdo pornográfico, tudo com o intuito de alavancarem suas carreiras, sob o pretexto de que no mundo das modelos tais práticas eram corriqueiras”, afirmou, na sentença, a magistrada.
Perfis falsos nas redes sociais também eram usados como maneira de ludibriar as adolescentes e suas famílias. Além disso, de acordo com a magistrada relatora, a agência cobrava das próprias menores valores para realizarem os books fotográficos, assim como ensaios e vídeos com conteúdo pornográfico.
“As narrativas vitimárias, ademais, foram corroboradas pelos depoimentos das demais testemunhas de acusação, que confirmaram os abusos cometidos contra as menores, que contavam com o envolvimento ativo da denunciada”, conclui.
Relembre o caso
As investigações começaram em janeiro de 2014 por meio de uma denúncia anônima. A investigação da Polícia Civil confirmou a existência da rede de favorecimento à exploração sexual de adolescentes, e o Ministério Público denunciou os dois.
Conforme a denúncia, os réus enganavam as vítimas, prometendo investimento em uma carreira promissora de modelo, com projeção nacional, para fazê-las se submeterem aos desejos dos denunciados.
Para a desembargadora Fabianne Breton Baisch, os fatos foram comprovados pelas “firmes, coerentes e convincentes narrativas das vítimas”.
“Detalharam o itinerário criminoso desenvolvido pela ré e o corréu, relatando que eram contratadas pelo último para trabalharem como modelos em sua agência, a increpada auxiliando-o ativamente tanto na captação das menores para trabalharem, quanto na persuasão destas para que realizassem ensaios fotográficos sensuais, em trajes íntimos ou nuas, assim como vídeos de conteúdo pornográfico, tudo com o intuito de alavancarem suas carreiras, sob o pretexto de que no mundo das modelos tais práticas eram corriqueiras”, afirmou, na sentença, a magistrada.
Perfis falsos nas redes sociais também eram usados como maneira de ludibriar as adolescentes e suas famílias. Além disso, de acordo com a magistrada relatora, a agência cobrava das próprias menores valores para realizarem os books fotográficos, assim como ensaios e vídeos com conteúdo pornográfico.
“As narrativas vitimárias, ademais, foram corroboradas pelos depoimentos das demais testemunhas de acusação, que confirmaram os abusos cometidos contra as menores, que contavam com o envolvimento ativo da denunciada”, conclui. (Fonte: RBS/G1)

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Eventos

A comissão organizadora da 17° Feira de Produtos Coloniais e Artesanatos de São Pedro do Sul, que será realizada nos dias 05, 06 e...

Policial

Por volta das 4h40 da madrugada da quarta-feira (22/6), as câmeras de videomonitoramento da Padaria Gausmann, centro da cidade, flagraram o momento em que...

Geral

O Corregedor Geral de Justiça do Rio Grande do Sul Giovanni Conti, o Juiz-Corregedor da 6ª Região Bruno Massing de Oliveira, Juíza-Corregedora Cristine Hoppe...

Policial

No final da tarde de ontem, terça-feira, dia 14, o proprietário de uma área de campo na localidade de Cerro Baltazar, interior de São...

Geral

Encerra nesta sexta-feira (10/6) o prazo do Chamamento Público para regularização de lotes abandonados no Cemitério Municipal de São Pedro do Sul. De acordo...

Geral

A prefeitura de São Pedro do Sul anunciou a abertura de processo licitatório na modalidade Tomada de Preço 01, para contratação de empresa que...

Policial

De acordo com registro policial na DP de São Pedro do Sul, nesta quinta-feira (2/6), um homem de 34 anos foi preso pela Brigada...

Geral

O auditório da Câmara de Vereadores lotou para a Audiência Pública realizada na sexta-feira

Notícias

No início da tarde deste sábado, um estrondo ocasionado pela colisão envolvendo um Jeep Renegade e um Fiat Pálio, chamou a atenção do comércio...

Geral

Acompanhado dos prefeitos de Dilermando de Aguiar, Claiton Ilha (MDB) e de Jari, Osnei dos Santos Azeredo (MDB), o secretário de Desenvolvimento Econômico do...

Agronegócio

Leandro Cabral, proprietário da cabanha, ressaltou a importância da conquista.

Geral

Com 1 ano e onze meses de monitoramento pelo Google, nesta quarta-feira, dia 25 de maio, o Portal de Notícias Gazeta Hoje de São...

Geral

Qual é a opinião do consumidor quanto ao atendimento do cliente no varejode São Pedro do Sul? Essa foi a pergunta principal da ação...

Esportes

Os “Amigos do Serginho” se reúnem semanalmente para jogar futsal desde 1991

Geral

Na tarde desta terça-feira (17/5), o vice-prefeito Vernei Delcul (MDB), a procuradora jurídica do município e representante da OAB no município, Mariane Braibante e...

Esportes

No próximo domingo, dia 22, as equipes do GESP e Toropi, Manchester e Cruzeiro decidem os títulos de 2022 da primeira e segunda divisão...

Geral

Na cidade o frio chegou na madrugada, com queda nas temperaturas no decorrer do dia.