Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

Documentário resgata história de Walter Ilha e a paleontologia na região de São Pedro do Sul

O documentário deve contar com depoimentos de 14 pessoas. Foto: Divulgação

As gravações do documentário “Walter Ilha – Vestígios de uma vida” de Silnei Scharten Soares iniciaram na segunda (11),em São Pedro do Sul. O documentário narra a vida de Walter Ilha, professor, tipógrafo, paleontólogo e paleobotânico autodidata, que deu nome ao Museu Paleontológico e Arqueológico de São Pedro do Sul,  e destaca o período em que ele se empenhou pela preservação do patrimônio paleontológico da cidade. 

Walter Ilha foi membro honorário da Sociedade Brasileira de Paleontologia e da Sociedade Brasileira de Paleontologia Botânica, com trabalhos prestados para o escritório regional da Unesco para a América Latina e Caribe, autor de artigos publicados em periódicos científicos, jornais e revistas do país e do exterior, palestrante em congressos nacionais e internacionais e incansável defensor da preservação dos fósseis paleontológicos do município. Também colaborou com a UFSM por meio de pesquisas e convênios. Suas ações incentivaram a criação de uma lei que tornou obrigatório o ensino introdutório de paleontologia nas escolas municipais.

O documentário deve contar com depoimentos de 14 pessoas. De acordo com o diretor, a lembrança dos fósseis é uma memória de infância, de quando visitou a cidade anos atrás. “É uma grande satisfação poder contar essa história hoje. Valorizar e não deixar ser esquecida”, afirma. 

As gravações também devem ocorrer em Porto Alegre, Santa Maria e Pelotas. O projeto é financiado pela Lei Paulo Gustavo. A previsão de lançamento é julho.

Confira mais informações sobre o filme:

SINOPSE: 

Walter Ilha, tipógrafo, paleontólogo e paleobotânico autodidata, era uma pessoa obstinada. A certa altura da vida, tomou para si a missão de preservar o patrimônio paleontológico e arqueológico de São Pedro do Sul, no interior do Rio Grande do Sul. Dedicou tempo e energia vital para um combate incansável à extração e transporte ilegal de fósseis paleobotânicos (madeira petrificada) do município. Nessa empreitada, fez amigos, criou uma rede de proteção aos fósseis, tornou-se internacionalmente reconhecido como pesquisador e, também, enfrentou resistências. Após anos de esquecimento, “Walter Ilha – Vestígios de uma vida” esfossiliza sua memória e resgata sua jornada.

ARGUMENTO:

Documentário sobre a vida de Walter Ilha, destacando o período em que se empenhou pela preservação do patrimônio paleontológico de São Pedro do Sul.  Fundador do Museu Paleontológico Municipal de São Pedro do Sul – que se chama hoje, em sua homenagem, Museu Paleontológico e Arqueológico Professor Walter Ilha –, paleontólogo autodidata e membro honorário da Sociedade Brasileira de Paleontologia e da Sociedade Brasileira de Paleontologia Botânica, com trabalhos prestados para o escritório regional da Unesco para a América Latina e Caribe, autor de artigos publicados em periódicos científicos, jornais e revistas do país e do exterior, palestrante em congressos nacionais e internacionais e incansável defensor da preservação dos fósseis paleontológicos do município, Walter Ilha é um ilustre cidadão são-pedrense. A defesa veemente da preservação das jazidas e fósseis de São Pedro do Sul e da região lhe rendeu a admiração de conterrâneos, que se tornaram seus colaboradores na batalha contra o transporte e comércio ilegais da “madeira petrificada”, denunciando os crimes. As peças eram levadas clandestinamente para fora do município em caminhões lotados, com a intenção de abastecer o mercado local e internacional de objetos de decoração, que usavam os fósseis como matéria-prima. Suas constantes denúncias da depredação do patrimônio arqueológico levaram o então Departamento Nacional de Produção Mineral – atualmente, Ministério das Minas e Energia – a desistir de liberar a exportação desse material.

Walter Ilha também colaborou com a UFSM por meio de pesquisas e convênios. Suas ações incentivaram a criação de uma lei que tornou obrigatório o ensino introdutório de paleontologia nas escolas municipais. Não bastasse tudo isso, Walter Ilha ainda se dedicava a ações de filantropia, tendo colaborado com o Lar de Joaquina, em Santa Maria, e com o Lions Clube de São Pedro do Sul.

Mas a luta pela preservação do patrimônio paleontológico também gerou reações contrárias e ressentimentos. A esfossilização de sua história vai resgatar a complexidade e as contradições desse importante personagem, revitalizando sua memória e seu legado.

SOBRE O DIRETOR:

Silnei Scharten Soares, graduado em Comunicação Social, especialista em Produção Cinematográfica, mestre e doutor em Comunicação. Corroteirista e codiretor do curta metragem “A vida do outro” (1998), premiado nos festivais de cinema de Gramado e Brasília. Foi professor universitário de 1998 a 2017 em cursos de Comunicação e Design no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e no Distrito Federal, ministrando disciplinas de Roteiro, Linguagem cinematográfica e História do cinema, e orientando trabalhos de produção audiovisual. Coordenou a área de vídeo do NEAD/UAB (Núcleo de Educação a Distância/Universidade Aberta do Brasil) da UNICENTRO (Universidade Estadual do Centro Oeste) no Paraná. Atualmente, atua como redator e roteirista, e desenvolve trabalho voluntário em São Pedro do Sul coordenando o Clube de leitura e o ciclo de vídeos Cine no cofre.

Silnei Scharten Soares é graduado em Comunicação Social, especialista em Produção Cinematográfica e mestre e doutor em Comunicação. Foto: Divulgação

FICHA TÉCNICA:

Diretor: Silnei Scharten Soares

Assistente de direção: Laédio José Martins

Diretor de fotografia: Fabiano Foggiato

Diretor de produção: Larissa Essi

Técnico de som direto: Ronaldo Palma

Montagem: Fabiano Foggiato

Making of: Lucas Barbará

Desing: Diego De Grandi

Assessoria de Imprensa: Rede Sina |Melina Guterres

FINANCIAMENTO:

LEI PAULO GUSTAVO 2024 | MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO DO SUL-RS

SOBRE O MUSEU WALTER ILHA

Desde sua criação, o Museu Walter Ilha é um dos pontos turísticos mais visitados de São Pedro do Sul, guardando em seus acervos alguns dos mais valiosos bens que o município possui, entre eles uma rica coleção de fósseis, réplicas e esculturas de fósseis animais são-pedrenses, além de abundante número de fósseis vegetais (madeiras petrificadas) que datam entre 245 e 205 milhões de anos. Há também acervos Mineralógicos, onde se encontram amostras de minerais de São Pedro do Sul, do Rio Grande do Sul e de outras partes do país; e Arqueológicos, com artefatos de indígenas antigos que contam muito dos costumes e da vida em sociedade ao longo da história de São Pedro do Sul. Atualmente, o Museu Walter Ilha está localizado às margens da rodovia BR 287, na localidade da Carpintaria, a 11 km da sede de São Pedro do Sul. Mesmo com diversas mudanças o museu sempre manteve a busca por seu ideal inicial, a preservação, estudo e divulgação do patrimônio paleontológico e arqueológico são-pedrense. Para isso, além das exposições, várias atividades de cunho educativo e sociocultural são realizadas e apoiadas pelo museu. Instagram: @museussps site: www.dpculturasps.wixsite.com/saopedrodosul

REDE SOCIAIS DO DOCUMENTÁRIO: 

INSTAGRAM: @vestigiodocumentario

FACE: Vestígios Doc

FALE COM O DIRETOR: 55 9-9956-0220 (SILNEI)

FALE COM A ASSESSORIA: 55 9-8170-9777  (REDE SINA)

Leia também

Geral

Desde os tempos de juventude até a melhor idade, nos encontros com os amigos, em festas e bailes, a música sempre esteve presente na...

Geral

Há 28 anos, a empreendedora Natalia Soares de Moura, 65 anos, trabalha com a comercialização de lanches em São Pedro do Sul. Atualmente ela...

Geral

O trânsito de veículos na VRS 805 que liga São Pedro do Sul a Toropi foi liberado no final da tarde ontem, terça-feira (4),...

Geral

A chuva acumulada em São Pedro do Sul na região central do Rio Grande do Sul, de janeiro a maio, superou a média anual de...

Geral

Foi assinado na última terça-feira, dia 21, o termo de compromisso entre o Município de São Pedro do Sul e o Banrisul, viabilizando a...

Geral

Na próxima sexta-feira, dia 31, a Receita Federal faz o pagamento do primeiro dos cinco lotes de restituição de 2023 a contribuintes que entregaram...

Geral

Na tarde de ontem, terça-feira (14), a prefeita de São Pedro do Sul, Ziania Bolzan, e o prefeito de Dilermando de Aguiar, Claiton Ilha,...

Geral

Se acordo com informações divulgadas por volta das 8h desta terça-feira (14), são 10 o número de famílias do município desalojadas com as inundações...

Geral

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja, “de perigo”, para o declínio acentuado da temperatura na Região Sul e no sul...

Geral

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) deu inicio a construção de um desvio ao lado da Ponte sobre várzea do Rio Toropi, na...

Geral

Na segunda-feira (6), estiveram reunidos no gabinete da prefeita Ziania Bolzan, secretários municipais, vereadores, representantes de entidades, clubes de serviços, sindicatos, cooperativas e demais...

Geral

A prefeitura do município de São Martinho da Serra emitiu Nota Oficial solicitando que as pessoas que residam próximas as barragens do complexo Toropi...

Geral

Direcionado à consciência e sensibilização em busca do senso de pertencimento,  participação, conscientização e responsabilidades de cada cidadão do município, com foco a estimular...

Geral

Com previsão de ventos que poderiam alcançar 100 Km/h no Estado, São Pedro do Sul registrou quatro atendimentos de ocorrências pelo Corpo de Bombeiros...

Eventos

No dia 22 de março, São Pedro do Sul completa 98 anos de emancipação político-administrativa. Para comemorar, o governo do município localizado na região...

Geral

Na manhã desta sexta-feira (29), a prefeita de São Pedro do Sul, Ziania Bolzan, e o prefeito de Toropi, Lauro Scherer, acompanhados de lideranças...