Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

Governo deve cortar R$ 7,2 bilhões/ano de auxílio-doença e ajuda portadores de deficiência e idosos

O auxílio-doença é voltado às pessoas que comprovam não serem capazes de trabalhar temporariamente, por mais de 15 dias seguidos, e o BPC ajuda portadores de deficiência e idosos que comprovem não possuir meios de se manter. Foto: Divulgação

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) acredita que serão realizadas até 800 mil perícias presenciais no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e no Benefício por Incapacidade Temporária (o antigo auxílio-doença) ainda neste ano.

Nos cálculos do Instituto, este movimento pode resultar em economia de R$ 600 milhões por mês — que totalizaria R$ 7,2 bilhões em um ano. Essa estimativa considera que cerca de metade dos benefícios estejam sendo pagos equivocadamente (uma espécie de média neste tipo de avaliação).

Enquanto o auxílio-doença é voltado às pessoas que comprovam não serem capazes de trabalhar temporariamente, por mais de 15 dias seguidos, o BPC ajuda portadores de deficiência e idosos que comprovem não possuir meios de se manter.

Há uma avaliação de que esta perícia massiva será possível por conta da implantação do Atestmed, que concede auxílios de curto prazo por análise documental. Sem estas obrigações, acredita-se que haverá fôlego para que os servidores trabalhem na revisão dos outros benefícios.

O presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, indicou que estes benefícios, por lei, deveriam ser revisados a cada dois anos, o que não acontece. Na conversa, também indicou que, estimativas a parte, o governo só saberá o potencial de economia deste processo ao realizá-lo.

“Vamos verificar isso somente fazendo a revisão. Mas certamente há espaço. Vamos melhorar também nossa cobrança administrativa, para que aquele que recebeu benefício errado, por fraude ou equívoco, nos devolva mais rápido, visando o equilíbrio das contas públicas”, disse.

Chegaram a ser ventiladas possibilidades de mudanças “estruturais” em benefícios, como uma “modernização” da indexação do BPC, a fim de equilibrar o Orçamento do ano que vem. O governo Lula, no entanto, sinaliza que a perícia e revisão dos pagamentos será a frente a ser atacada neste momento.

Questionado sobre a possibilidade de desindexação do BPC da política de valorização do salário mínimo, Stefanutto disse acreditar que o governo terá criatividade para que fazer cortes sem ferir aqueles que dependem deste dinheiro.

“Temos uma questão no nosso país que é a necessidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas e a distribuição de renda. E o BPC cumpre um papel importante nisso. Além de tudo, este dinheiro colocado na economia vai para consumo e gera um ciclo importante, distribui renda”, disse.

Leia também

Geral

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber nesta sexta-feira (24) a segunda parcela do décimo terceiro. Até...

Geral

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber a primeira metade da parcela do 13º salário, a partir...

Geral

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) reduziu a produtividade dos seus peritos por mais da metade da jornada estabelecida por lei. Como consequência,...

Geral

O Ministério da Previdência Social decidiu que, até 31 de dezembro de 2024, a falta de comprovação da prova de vida dos beneficiários do...

Geral

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começa a pagar nesta sexta-feira (23) os benefícios de fevereiro a 39,3 milhões de aposentados, pensionistas e...

Geral

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar o benefício de fevereiro a aposentados e pensionistas a partir do dia 23 de...

Geral

O valor de benefícios e auxílios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), referentes ao mês de janeiro, já pode ser conferido a partir...

Geral

Os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acima de um salário mínimo subirão 3,71% neste ano, confirmou hoje (11) o Ministério da...

Geral

O Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) aprovou a redução da taxa máxima de juros cobrada em empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do...

Geral

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que precisam dar entrada no Atestmed, o requerimento de benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença),...

Geral

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está autorizado a conceder o benefício de auxílio doença somente com análise documental de atestados e laudos...

Geral

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta sexta-feira (25) os benefícios de agosto para aposentados, pensionistas e titulares de auxílios...

Geral

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (28) a suspensão de todos os processos existentes no País que...

Geral

A primeira parcela do 13º salário dos beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começa a ser paga nesta quinta-feira (25), junto com...

Geral

O governo federal publicou na quinta-feira (5), um decreto que antecipa o pagamento do décimo terceiro dos beneficiários da Previdência Social. Ao todo, 30...

Geral

Empréstimos consignados a beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão precisar obrigatoriamente de biometria para serem liberados. As instituições financeiras terão 60...

Geral

Procedimento essencial que garante o pagamento de aposentadorias e pensões, a prova de vida deixará de ser feita pelo segurado. De agora em diante,...