Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Educação

“Se dependesse de mera vontade do governador, as aulas presenciais já teriam sido retomadas”, diz Leite

Governador esclarece que retomada do ensino presencial está proibida por decisão judicial.

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini.

O governador Eduardo Leite voltou a reafirmar que a retomada do ensino presencial está proibida por decisão judicial, em caráter transitório e enquanto perdurar a bandeira preta. O Estado já entrou com recurso, inclusive no Supremo Tribunal Federal (STF), para permitir a retomada das aulas presenciais no Rio Grande do Sul.“Nosso governo quer o retorno das aulas presenciais no Estado. O ponto é que existe uma decisão judicial, da qual discordamos totalmente, que proibiu a retomada do ensino presencial no Rio Grande do Sul”, disse o governador. “Esse assunto não depende mais da mera vontade do governador.”Na bandeira preta, que representa risco altíssimo para o coronavírus no modelo de Distanciamento Controlado e que está vigente em todo o Estado há oito semanas consecutivas, as aulas presenciais da Educação Infantil e dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental estão permitidas. Os protocolos de bandeira vermelha, que indica risco alto, permitem ensino presencial em todos os anos escolares.De acordo com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), a alteração dos critérios de cálculo do Distanciamento Controlado com a mera finalidade de mudar a bandeira representaria uma forma indireta de descumprir a decisão judicial que veda aulas presenciais durante a bandeira preta.Os critérios vigentes contam com a salvaguarda, cujo cálculo leva em consideração a razão entre leitos ocupados por Covid-19 e leitos livres. A velocidade de disseminação da cepa P.1 do coronavírus é muito maior, o que traz como consequência a necessidade de haver um número de leitos livres suficiente para garantir que, durante os picos, haja atendimento adequado e nenhuma vida se perca por falta de leitos UTI. Foi isso que determinou o acionamento da salvaguarda regional, que deixou todo o Estado em bandeira preta há oito semanas.“Estamos buscando o retorno na Justiça, como deve ser, porque entendemos que é fundamental para nossas crianças. Inclusive entendo que especialmente a Educação Infantil é quase que um serviço de saúde também, essencial, na medida em que ali se dão os estímulos para o desenvolvimento psíquico, motor e emocional das crianças. Sem isso, as crianças ficam prejudicadas, e a sociedade como um todo fica prejudicada também. Por isso, acredite que estamos colocando, de forma muito clara, todos os nossos esforços junto ao Judiciário para reverter essa decisão”, enfatizou Leite.O governo do Estado, representado pela Procuradoria-Geral do Estado, ajuizou no STF, no começo de abril, uma arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) com pedido de medida cautelar de urgência para suspender as decisões judiciais e demais atos que impedem a retomada das atividades presenciais de ensino no Estado.No dia 12 de abril, Leite, acompanhado do procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, e do procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, se reuniu, por meio de videoconferência, com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques para reafirmar a essencialidade da educação e do retorno imediato às aulas do Ensino Infantil e dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental no Estado.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Policial

Uma câmera de videomonitoramento flagrou o momento de uma colisão envolvendo um veículo Volkswagem Gol e uma carroça com cavalo no cruzamento das ruas...

Geral

O vice-prefeito Vernei Delcul participou de uma reunião realizada na Câmara de Vereadores do município de Jaguari, na segunda-feira,(4/7), para tratar sobre a reativação...

Geral

Ao longo da primeira semana de julho, o Rio Grande do Sul será marcado por tempo instável e áreas com tempo firme. Para São...

Esportes

O domingo foi de decisão no Ginásio de Esportes Eng. Alvaro Becker em São Pedro do Sul, quando foram realizados as semifinais e finais...

Geral

Com mais de 6 mil ocorrências de urgência e emergência atendidas desde sua implantação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de São...

Geral

Em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (1/7), o Corpo de Bombeiros Militar de São Pedro do Sul comemorou 20 anos de implantação no...

Eventos

A comissão organizadora da 17° Feira de Produtos Coloniais e Artesanatos de São Pedro do Sul, que será realizada nos dias 05, 06 e...

Policial

Por volta das 4h40 da madrugada da quarta-feira (22/6), as câmeras de videomonitoramento da Padaria Gausmann, centro da cidade, flagraram o momento em que...

Geral

O Corregedor Geral de Justiça do Rio Grande do Sul Giovanni Conti, o Juiz-Corregedor da 6ª Região Bruno Massing de Oliveira, Juíza-Corregedora Cristine Hoppe...

Policial

No final da tarde de ontem, terça-feira, dia 14, o proprietário de uma área de campo na localidade de Cerro Baltazar, interior de São...

Geral

Encerra nesta sexta-feira (10/6) o prazo do Chamamento Público para regularização de lotes abandonados no Cemitério Municipal de São Pedro do Sul. De acordo...

Geral

A prefeitura de São Pedro do Sul anunciou a abertura de processo licitatório na modalidade Tomada de Preço 01, para contratação de empresa que...

Policial

De acordo com registro policial na DP de São Pedro do Sul, nesta quinta-feira (2/6), um homem de 34 anos foi preso pela Brigada...

Geral

O auditório da Câmara de Vereadores lotou para a Audiência Pública realizada na sexta-feira

Notícias

No início da tarde deste sábado, um estrondo ocasionado pela colisão envolvendo um Jeep Renegade e um Fiat Pálio, chamou a atenção do comércio...

Geral

Acompanhado dos prefeitos de Dilermando de Aguiar, Claiton Ilha (MDB) e de Jari, Osnei dos Santos Azeredo (MDB), o secretário de Desenvolvimento Econômico do...

Agronegócio

Leandro Cabral, proprietário da cabanha, ressaltou a importância da conquista.