Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Agronegócio

Estado aguarda definição do governo federal, nos próximos dias, sobre linhas emergenciais para pequenos produtores

Nos próximos dias, as linhas de crédito emergenciais para auxiliar os pequenos produtores devem ser liberadas.

Em razão de a ministra ter testado positivo para Covid, Leite se reuniu com secretário executivo do ministério, Marcos Montes - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Em Brasília na manhã desta terça-feira (8/2), o governador Eduardo Leite se reuniu com o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Marcos Montes. A ministra Tereza Cristina participou por videoconferência porque recebeu diagnóstico positivo para Covid-10 na noite da segunda-feira (7/2).

“Nossa vinda ao Ministério da Agricultura é no sentido de reforçar a situação de gravidade do quadro da estiagem no RS. E queremos reforçar a importância das ações do governo federal. Estamos fazendo a nossa parte no que é possível, com investimento de mais de R$ 200 milhões, e execução imediata de programas que financiam e apoiam a construção de microaçudes, a perfuração de poços e a instalação de conjuntos de cisternas e caixas d’águas”, disse o governador.

Leite destacou que uma das principais preocupações dos produtores rurais se refere aos financiamentos do crédito rural, já que, não tendo êxito com a safra, terão dificuldade de arcar com o pagamento desses custeios e investimentos. “Parte das lavouras não é protegida por seguro agrícola ou Proagro e, portanto, os produtores vão precisar de linhas emergenciais”, reforçou.

De acordo com o ministério, as tratativas com o Ministério da Economia estão sendo finalizadas e, nos próximos dias, as linhas de crédito emergenciais para auxiliar os pequenos produtores devem ser liberadas.

“O mais importante da nossa vinda era reforçar que a nossa situação está bastante crítica, com boa parte do Estado atingida pela estiagem. Mas temos certeza de que poderemos contar com a boa parceria que sempre tivemos com o Ministério da Agricultura e ficamos na expectativa do anúncio nos próximos dias”, acrescentou o governador.

Os secretários Silvana Covatti (Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural), Luiz Henrique Viana (Meio Ambiente e Infraestrutura), Ana Amélia Lemos (Relações Federativas e Internacionais) e Luiz Fernando Rodriguez Junior (adjunto da Agricultura) e superintendente da Portos RS, Fernando Estima, também acompanharam a reunião.

Governo cria força-tarefa para acelerar
convênios com municípios para a abertura de açudes

A partir das demandas apresentadas pelos municípios atingidos pela estiagem, o governo do Estado anunciou, na segunda-feira (7/2), a criação de uma força-tarefa para assinatura de convênios que beneficiarão as 400 cidades que decretaram situação de emergência no Rio Grande do Sul.

O processo dos convênios para a construção de cerca de 6 mil açudes, com investimento de R$ 66 milhões, deve ser finalizado em 10 dias. Além disso, o governo do Estado destinará R$ 100 milhões para contratos emergenciais que permitirão a perfuração de poços e a instalação de caixas d’água e conjuntos de cisternas nas áreas mais atingidas.

Atendendo demanda da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o Estado auxiliará o pagamento do combustível para o transporte de água aos municípios. Os repasses poderão chegar a até R$ 20 milhões.

Além disso, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural estudará a criação de um auxílio emergencial, dentro das possibilidades do Estado, para as famílias mais necessitadas, que têm o sustento vindo do campo e foram diretamente afetadas pela estiagem.

Fonte: SecomRS

Leia também

Agronegócio

O dinheiro é direcionado aos pequenos produtores rurais da agricultura familiar afetados pela seca ou estiagem.

Agronegócio

Os recursos vão contemplar produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, quatro estados atingidos pela estiagem.

Agronegócio

No domingo (27/2), a chegada de uma frente fria vai provocar chuva, com possibilidade de tempestades isoladas em todo Estado.

Agronegócio

O encontro contou com a participação do governador Eduardo Leite, parlamentares federais e estaduais, prefeitos, presidentes de sindicatos rurais e representantes de entidades representativas...

Geral

Ao todo, 20 produtores rurais serão beneficiados com a construção de microaçudes nos dois municípios.

Agronegócio

Os volumes previstos deverão ser inferiores a 10 mm na Campanha, Região Central e na Fronteira Oeste.

Agronegócio

A produção da soja ficou projetada em cerca de 11,1 milhões de toneladas, 43,8% a menos que o estimado inicialmente. A perda econômica com...

Agronegócio

Tupanciretã é o maior produtor de soja do Rio Grande do Sul. Na safra 2020/21, foi responsável pela produção de 495 mil toneladas do...

Agronegócio

O cenário de comprometimento das pastagens continua se intensificando após mais um período de chuvas com volumes insignificantes.

Agronegócio

O levantamento está sendo feito a partir de questionários disponibilizados aos Sindicatos Rurais do estado que usam como base dados da Emater/RS, da rede...

Agronegócio

O encontro reuniu representantes de entidades vinculadas aos pequenos agricultores.

Agronegócio

Somente nas 20 mil hectares de soja cultivadas no município as perdas devem chegar a R$90 milhões.

Agronegócio

No Estado são 253 mil propriedades atingidas pelos efeitos da estiagem.

Agronegócio

Nas próximas semanas, a passagem de duas frentes frias provocará chuva na maioria das regiões.

Geral

O Cerro do Itaquatiá é um dos cartões postais do município de São Pedro do Sul.

Geral

O calor extremo deve continuar até a terça-feira, com possibilidade de pancadas de chuva até a quinta-feira.

Agronegócio

A Ferrugem Asiática da Soja não tem encontrado condições ambientais para se instalar nas lavouras nessa safra.