Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Geral

Conta de luz fica 8,4% mais cara para clientes da RGE

O reajuste deve impactar 3 milhões de consumidores nos 381 municípios que a RGE atende no Rio Grande do Sul. Foto: Reprodução

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste de 8,4% nas tarifas de energia para clientes residenciais da RGE Sul. O reajuste entra em vigor a partir desta quarta-feira (22/6).

Segundo a agência, o aumento poderia ser até maior, mas foi reduzido pelo repasse de R$ 5 bilhões obtidos a partir da privatização da Eletrobras, além da devolução de ICMS e da aplicação de recursos da Conta Escassez Hídrica. O reajuste foi aprovado na terça-feira.

O aumento deve impactar 3 milhões de consumidores nos 381 municípios que a RGE atende no Rio Grande do Sul.

Bandeiras tarifárias – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem (21) o novo reajuste das bandeiras tarifárias, que incidem na conta de luz em caso de escassez hídrica ou qualquer fator que aumente o custo de produção de eletricidade. Os aumentos irão de 3,2% a 63,7%, dependendo do tipo da bandeira.

Os aumentos não encarecerão as contas de luz porque, desde abril, a bandeira tarifária está verde, quando não ocorre cobrança adicional. Os valores entrarão em vigor em 1º de julho e serão revisados em meados de 2023.

Segundo a Aneel, a alta reflete a inflação e o maior custo com as usinas termelétricas em 2022, acionadas em momentos de crise hídrica.

Confira os novos valores das bandeiras tarifárias:

Bandeira verde: sem cobrança adicional;
Bandeira amarela: +59,5%, de R$ 1,874 para R$ 2,989 por megawatt-hora (MWh);
Bandeira vermelha patamar 1: +63,7%, de R$ 3,971 para R$ 6,500 por megawatt-hora (MWh);
Bandeira vermelha patamar 2: +3,2%, de R$ 9,492 para R$ 9,795 por megawatt-hora (MWh).

Desde 16 de abril, vigora no Brasil a bandeira verde, quando foi antecipado o fim da bandeira de escassez hídrica. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a bandeira verde será mantida até dezembro, por causa da recuperação dos níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas no início do ano.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Geral

As mudanças envolvem apenas a parte visual da conta, além da inclusão de dados fiscais, não havendo qualquer outra alteração em itens comerciais

Geral

Por volta das 15h desta quarta-feira, dia 16, um cabo de energia elétrica rompeu na rua Silva Jardim, proximidades da Escola Tito Ferrari deixando...

Geral

Desde 1º de janeiro de 2022, as alíquotas do ICMS sobre energia elétrica de clientes residenciais baixaram de 30% para 25%.

Geral

Os desligamentos programados são procedimentos realizados pela RGE para situações especiais.

Geral

Uma alternativa para a economia e que incentiva o uso de energias renováveis. Foi inaugurado na manhã desta quarta-feira, 28 de julho, o sistema...

Geral

Os clientes da RGE que moram em áreas rurais e estão com pendências no seu cadastro, devem fazer o seu recadastramento com a distribuidora,

Geral

  Por volta das 19h deste sábado, dia 13, um fio de alta tensão rompeu na esquina das ruas Valdemar Werberich com Vanda Simon...

Geral

Após mais de quatro meses de proibição devido à pandemia do novo coronavírus, a energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada...

Geral

A partir de pedido dos governos estaduais, incluindo o do Rio Grande do Sul, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) editou resolução normativa...