Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Notícias

Bolsa Família receberá novo auxílio emergencial a partir de 16 de abril; veja calendário

Os beneficiários do Bolsa Família vão começar a receber a primeira parcela do novo auxílio emergencial a partir de 16 de abril. Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com final do NIS (Número de Identificação Social).
Com quatro parcelas e valor médio de R$ 250, a nova rodada do auxílio emergencial foi liberada após a aprovação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) Emergencial no Congresso Nacional.
Promulgada na segunda-feira (16), a norma permite ao governo federal pagar o benefício em 2021 com R$ 44 bilhões por fora do teto de gastos e impõe mais rigidez na aplicação de medidas de contenção fiscal, controle de despesas com pessoal e redução de incentivos tributários.

Pente-fino
O novo pagamento terá um pente-fino do governo federal que contará com 11 bases de dados, como Caged, INSS, MEI, CNIS e Imposto de Renda, para restringir o benefício para quem realmente precisa.
“Vale destacar que o trabalho de cadastramento realizado no ano passado, que identificou os trabalhadores informais ‘invisíveis’, o cruzamento contínuo de dados realizado pelo governo federal e as ações de controle e fiscalização para evitar recebimentos indevidos permitem que o novo auxílio emergencial seja direcionado à parcela mais vulnerável da população”, afirmou o ministério.
Encerrado oficialmente em dezembro do ano passado, depois de pagar R$ 294 bilhões para 68 milhões de brasileiros no período de oito meses, o auxílio emergencial desta vez deverá beneficiar 40 milhões de pessoas, incluindo os 14 milhões do Bolsa Família.

Veja o calendário da primeira parcela do auxílio para quem está no Bolsa Família:
– NIS final 1 – 16 de abril;

– NIS final 2 – 19 de abril;

– NIS final 3 – 20 de abril;

– NIS final 4 – 22 de abril;

– NIS final 5 – 23 de abril;

– NIS final 6 – 26 de abril;

– NIS final 7 – 27 de abril;

– NIS final 8 – 28 de abril;

– NIS final 9 – 29 de abril;

– NIS final 0 – 30 de abril.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Geral

O deputado estadual Fábio Ostermann (Novo) realizou um levantamento que apontou a CNH do RS como a mais cara do Brasil.

Agronegócio

O prazo para Declaração Anual de Rebanho, obrigatória para os produtores rurais,  terá início em 1º de junho e se estenderá até 31 de...

Geral

O consumidor terá prazo de até 90 dias para fazer o resgate dos valores.

Geral

A Assembleia Legislativa aprovou, na noite da terça-feira (3/5), o projeto de lei que prevê um aumento de 6% na remuneração dos servidores do...

Educação

A ação é voltada para jovens de 17 a 22 anos, que concluíram ou estão fazendo o 3º ano do ensino médio em escolas...

Geral

Desde novembro de 2020, a folha vem sendo paga com regularidade.

Geral

Veículos suspeitos de serem utilizados para o cometimento de crimes foram interceptados e fiscalizados, refletindo na prisão em flagrante de 48 criminosos

Geral

Ranolfo assumiu após a renúncia de Leite, que esteve à frente do Executivo gaúcho por três anos e três meses.

Política

O governador não afirmou se irá concorrer à Presidência ou a outro cargo nas eleições deste ano.

Geral

Podem participar os credores dos cerca de 65 mil precatórios do TJRS, TRT4 e TRF4.

Geral

O programa também prevê de forma pioneira, recursos para garantir aos animais seus direitos assegurados em lei.

Geral

Veja onde e como acessar o documento

Agronegócio

Os volumes previstos deverão oscilar entre 20 e 45 mm na maioria das regiões

Geral

Os Alertas serão mantidos até que se tenha o resultado dos impactos causados pela alta circulação da população durante o feriadão de Carnaval

Agronegócio

Os volumes previstos deverão ser inferiores a 10 mm na Campanha, Região Central e na Fronteira Oeste.

Geral

Algumas regiões seguem apresentando crescimento de casos, ocupação em leitos clínicos e de UTIs e também de óbitos.

Agronegócio

A China manteve a liderança entre os principais destinos das exportações do agronegócio gaúcho em 2021