Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Colunistas

QUEBRANDO LINHAS

Seleção Brasileira

               Nas eliminatórias sul-americanas para a copa do mundo do Qatar no ano que vem o Brasil jogou bem e venceu as duas partidas da rodada.

               O jogo contra Equador em Porto Alegre, foi mais tenso. O time de Tite controlou a partida, na maior parte do tempo de jogo venceu por 1 a 0, chegando ao segundo gol apenas no final da partida. No segundo jogo em Assunção no Paraguai o Brasil venceu a equipe da casa por 2 a 0 abrindo 4 pontos na frente da Argentina que é a segunda colocada na competição.

                Encaminha bem a vaga para a copa o time canarinho.

Eurocopa

                Vai começar a Eurocopa, competição que reúne as principais seleções da Europa. Pela primeira vez, a competição será sediada em todo o continente, em alguns dos maiores e mais famosos estádios da Europa, em vez de uma ou duas nações. Ao lado de Londres e Roma, as outras cidades-sede incluem Baku, São Petersburgo, Copenhague, Budapeste, Amsterdã, Bucareste, Glasgow, Sevilha e Munique.

               Há 24 times que disputarão 51 partidas nas 11 cidades-sede durante próximo mês, com algumas nações conhecidas entre as favoritas. França, Portugal, Inglaterra e Alemanha são as favoritas, porém, uma surpresa como a Grécia campeã de 2004 pode sempre ocorrer.

Grêmio

               O time tricolor sem muito brilho confirmou a vaga à próxima fase da Copa do Brasil em empate frente ao Brasiliese em Brasília.

                Como o time de Brasília era quem precisava reverter o quadro, a postura de ter por mais tempo a bola nos pés logo nos primeiros minutos era da equipe mandante. E o Grêmio parecia não se incomodar muito com esse estilo de jogo. Até mesmo o posicionamento das linhas de marcação do Tricolor era formada sem contar com a pressão alta, visando forçar o erro de passe já na sua intermediária. E foi justamente por parte da equipe visitante que veio a primeira oportunidade mais clara, quando Léo Chu tabelou com Ricardinho e só parou no corte providencial do zagueiro Badhuga.

                 Tiago Nunes foi conservador apostando em Thiago Santos e Lucas Silva, o time com esses dois jogadores fica com mais poderio defensivo, contudo perde força em posse e até no controle das ações com a bola. Em jogos de maior dificuldade essa opção pode atrapalhar a mecânica de jogo do time tricolor.

                 Na segunda etapa vieram a campo alguns dos titulares e o jogo foi um pouco mais movimentado. Ferreira e Diego Souza deram mais oxigênio e movimentação, mas o jogo caminhou como vinha e o Grêmio completou a restante da partida com tranquilidade. O ponto baixo individualmente é Jean Pierre, jogador de extrema categoria que não consegue dar vitalidade ao seu jogo.

Internacional

                  O colorado é uma vergonha atrás da outra. Os erros estão aí para todo mundo ver há mais de três meses. Não houve evolução nunca, ao contrário, involução jogo após jogo. Taticamente o Inter é sofrível, fisicamente é lamentável. A direção é culpada em todo esse processo, é ela que faz as escolhas dos profissionais que lá estão. Uma troca de comando é imperativa, talvez seja o pior Inter em décadas.

Use máscara sempre que puder. Cuide-se e cuide de quem você ama. Estamos no pior momento da pandemia.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também