Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Colunistas

GreNal

Como citado nesse espaço na última semana o Grêmio era favorito para a partida de ida da final do Gauchão 2021, e a confirmação veio na vitória por 2×1 na casa colorada. O Inter começou melhor, com mais volume e posse de bola controlava o time gremista, que não conseguia reter a bola. Tiago Nunes apostou em Maicon com Lucas Silva o que não funcionou. O primeiro tempo foi vermelho que marcou seu gol com Tiago Galhardo na jogada de infiltração característica de Edenílson, com passe de Cuesta. Uma bola descoberta que entrou no meio da defesa tricolor.

            No segundo tempo o treinador do Grêmio ajusta o meio e ganha mais imposição com a entrada de Darlan, gol de empate parecia próximo, o Internacional parecia cansado. Em uma falta lateral de Dourado que errou nos 2 gols, Diego Souza cabeceou sozinho no canto de Lomba. Tiago Nunes mexia no time para virar a partida, colocando os guris da base, enquanto Ramirez mais uma vez parecia perdido. A melhor tarde de Tiago foi recompensada com o gol da vitória de Ricardinho. Vantagem importante para o segundo jogo.

Libertadores

             O Internacional venceu o Olímpia no Paraguai e garantiu classificação para a segunda fase da copa. Em mais um primeiro tempo modorrento, lento e sem brilho o Inter empatou. A primeira fase de criação com os zagueiros é lentíssima, o jogo de posição de Ramirez ainda não encaixou nos jogadores do plantel. Palácios não consegue achar soluções individuais, Caio o mais perigoso ficou muito isolado, tendo em vista que Taison, o melhor jogador colorado trabalha e centraliza pelo seu potencial as ações pelo lado esquerdo.

             No segundo tempo houve mais disposição e o Inter passou a apertar o Olímpia, com as entradas de Yure Alberto (que cava lugar entre os 11 iniciais sempre que entra) e Maurício, o colorado ficou mais móvel e conseguiu o gol da vitória justamente com o atacante Yure. O jogo ficou pegado com expulsões de ambos os lados, mas acabou com o Inter líder e classificado com mais foco no resultado que no desempenho.

Sulamericana

              O Grêmio voltou a golear o Aragua na Venezuela e tem a melhor campanha na competição. Com time reserva o time de Tiago Nunes sobrou e venceu por 6×2, dominando amplamente marcou os gols com Léo Chú, Ricardinho, Darlan e Pepê que depois de longo tempo voltou a aparecer, possivelmente fazendo as últimas partidas antes da transferência para o Porto.

               Os titulares ficaram em Porto Alegre se preparando para o GreNal do próximo domingo na Arena. Dos que jogaram na Venezuela o mais ativo foi Léo Chú, jogando aberto pela esquerda sempre levando perigo ao adversário. Jean Pierre voltou a jogar entrando no segundo tempo, e volta a ser boa opção.

                Agora as atenções do tricolor se volta para a final onde o Grêmio busca o Tetracampeonato gaúcho e larga em vantagem podendo até empatar a partida de volta.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também