Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Policial

Golpe dos nudes: DP de São Pedro do Sul já tem registros da nova prática de extorsão que se popularizou no Brasil

A ação que vem chamando a atenção das autoridades policiais do país segue o mesmo “modus operandi” em praticamente todos os casos.

Entre os crimes registrados no município está o "golpe dos nudes", quando uma pessoa finge ser uma adolescente e mantém contato com homens mais velhos para trocar fotos íntimas.

Com o maior engajamento de pessoas a internet durante a pandemia, a Polícia Civil de São Pedro do Sul registrou um aumento em golpes aplicados pelas redes sociais. De janeiro a maio deste ano, foram registradas 31 denúncias de estelionato no município, a maioria relacionado ao mundo digital. Um aumento de 181% em relação ao mesmo período de 2020, quando a DP registrou 11 crimes desse tipo, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/RS).
Em meio aos registros policiais de golpes como o do “bilhete premiado”, ou quando um falso funcionário de banco pede dados bancários da vítima, ou parente ligando porque se acidentou ou o carro estragou e ele precisa de dinheiro, clonagem de WhatsApp, entre outros, está uma nova prática de extorsão conhecida como “golpe dos nudes”, com vários registros na cidade. A ação que vem chamando a atenção das autoridades policiais do país segue o mesmo “modus operandi” em praticamente todos os casos. Os criminosos criam um perfil falso no Facebook ou Instagram de mulheres jovens e atraentes, que passam a solicitar amizade com a vítima. Aceitando o diálogo com interlocutora, a conversa naturalmente “esquenta”.


A suposta mulher passa, então, a mandar nudes em fotografias ou vídeos a vítima, pedindo para que ele faça o mesmo para a prática de “sexo virtual”. Aceitando a provocação, os problemas começam: a jovem então bloqueia o homem de suas redes sociais e entra em cena outra pessoa da quadrilha que seria o pai da adolescente, ou advogado da família e até mesmo um suposto policial.
Os criminosos então passam a chantagear vítima, alegando que a pessoa que enviou o nude seria menor de idade, e que a vítima teria praticado crimes graves ao trocar fotos íntimas ou mensagens com uma adolescente, tais como pornografia infantil, entre outros. Para que não acionem a polícia, passam a exigir o pagamento de uma quantia em dinheiro, caso não pague o valor exigido, ameaçam tornar público os fatos e até mesmo denunciar o caso a polícia.


As vítimas desses crimes, em sua maioria, são homens, por vezes até casados e com família estruturada, presas mais fáceis de ceder para não ter seu nome envolvido em tal “escândalo”. Para assustar ainda mais a vítima, os criminosos ameaçam enviar as imagens e mensagens às respectivas esposas e filhos, ou até publica-las nas redes sociais.
O Delegado Jun Sukekava, titular da DP de São Pedro, confirmou a reportagem do Portal de notícias Gazeta Hoje o aumento nos registros desta nova modalidade de extorsão na cidade e também de crimes de estelionato, relacionados em sua maioria a internet, onde os criminosos tem a oportunidade de conhecer sobre o cotidiano das pessoas. “Você expõe tudo o que vai fazer nas redes sociais. Vai ao restaurante, coloca na rede social, vai num encontro com a família, coloca na rede social… Aí o golpista tem um prato cheio, fica sabendo sobre sua vida e sua família, alertou o Sukekava.
Ainda segundo o delegado, os criminosos aplicam golpes em série, como no caso do golpe dos nudes. “Por dia eles mandam fotos para 40 pessoas. Se vinte der conversa, o resto eles abandonam. Desconfie sempre. Evite dar conversa para desconhecidos e não passe seus dados por telefone, orientou.
De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, “trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar” fotografia, vídeo ou outro registro que contenha conteúdos pornográficos envolvendo criança ou adolescente está sujeito a pena de reclusão de três a seis anos. “Possuir ou armazenar” esse material pode dar pena de até quatro anos.

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também

Policial

Foram encontrados diversos documentos forjados pela organização criminosa com inúmeras fotos e dados das vítimas para aplicar o golpe dos nudes

Policial

Criminosos criam perfis falsos em rede social com fotos sensuais de garotas “novinhas” e passam a puxar conversas com homens de vários locais do...

Policial

O preso portava um revólver Smith Wesson Cal. 32, munição e uma faca.

Policial

Nesta terça-feira (24/8), a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos e Defraudações (DRCID), do Departamento Estadual de Investigações Criminais...