Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Colunistas

A ausência e o silêncio!

O silêncio é momento onde chamamos de lugar para podermos dar um tempo ao mundo de fora para permitir que façamos um encontro com nosso EU interior.

No silêncio encontramos nos esperando a oração, a paz, e oportunidades, onde podemos e devemos entrar em contato com Deus.

Na ausência do barulho podemos perceber que muitas vezes que ele, o silêncio, existe e quase grita conosco pelo abandono que fazemos em detrimento do mundo de fora e pelo abandono.

Somos chamados, quase exigidos todos os dias para que prestamos atenção em tudo que ocorre em nossa cidade, nosso estado, país e no mundo para isso precisamos ficar ligados.

São tantas as vezes, quase que normalmente ficamos muito ligados a tantos os acontecimentos e informações, do momento como que se isso fosse determinar o nosso grau de conhecimento e evolução.

Percebemos quase que todos os dias o quanto o ser humano está tão envolvido com as coisas do mundo, sendo presente na vida de tantos, se preocupando com o amanhã, e se esquecendo de si.

É preciso um tempo para o silêncio interior, lugar, ou momento em que nos afastemos de tudo que nos impede de buscar e realizar o conhecimento de que tanto necessitamos.

Conhecer a si, é proporcionar o entendimento sobre o outro, vivemos tão ausentes de nós que achamos que nossa presença nos fatos, nas páginas e notas sociais, preocupados com a vida dos outros, nos tornam muito presentes, ledo engano, estamos cada dia mais ausentes de nós mesmos.

A ausência em nós, gera quando retornamos depois de tantos barulhos, um susto, quase um apavoramento, quando percebemos o que estamos ou não estamos fazendo com nossa criança interior. Siga no Youtube o canal Paulo Doleys. Deus te abençoe!

[ID do metacontrolador=”6167″]

Leia também