Nossas redes sociais

Digite o que você procura

Agronegócio

Inscrições para exposição de animais de argola na Expointer terminam segunda-feira (1º/8)

Participam desta Expointer bovinos (raças de corte e mistas), bovinos leiteiros, zebuínos, caprinos, coelhos e chinchilas, ovinos, equinos, bubalinos, aves e pássaros. Foto: Fernando Dias/Seapdr

As inscrições para os animais de argolas que vão participar da 85ª Exposição Estadual de Animais na 45ª Expointer terminam nesta segunda-feira (1º/8).  O regulamento foi divulgado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e pode ser consultado aqui. As inscrições para os animais rústicos seguem até 10 de agosto. Como nos anos anteriores, elas devem ser feitas por meio das associações de criadores. A feira será realizada presencialmente de 27 de agosto a 4 de setembro no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Participam desta Expointer bovinos (raças de corte e mistas), bovinos leiteiros, zebuínos, caprinos, coelhos e chinchilas, ovinos, equinos, bubalinos, aves e pássaros. A exposição de animais é destinada à avaliação morfológica e zootécnica das diversas espécies e raças participantes. Além disso, ocorrerão provas equestres de avaliação funcional de raças de cavalo como Crioulo e Árabe.

Exigências sanitárias

O regulamento também traz informações sobre as exigências sanitárias para a entrada dos animais no parque, em Esteio, que podem ser acessadas aqui. A diretora do Departamento de Defesa e Vigilância Sanitária Animal da Seapdr, Rosane Collares, lembra que deverão ser apresentadas as Guias de Trânsito Animal (GTAs) e demais documentos zoossanitários e fiscais, conforme prevê a legislação. Destaca que os animais serão inspecionados clinicamente, identificados e terão os documentos sanitários verificados pela Equipe Sanitária do turno, dentro da área de desembarque.

Os resultados de testes diagnósticos, exames laboratoriais e atestados de vacinações para os animais participantes do evento não poderão ter seu prazo de validade expirado antes de 6 de setembro de 2022. Para os animais procedentes de outros países haverá exigência do cumprimento da legislação federal pertinente. Será permitida a participação somente de bovinos ou bubalinos provenientes de áreas com reconhecimento internacional de livre de febre aftosa sem vacinação.

O zootecnista responsável pelo Serviço de Exposições e Feiras da Secretaria e comissário-geral da Exposição de Animais da Expointer, Pablo Charão, orienta os produtores para que verifiquem seus animais antes de levá-los para a feira. “É importante que os animais não venham com ectoparasitas ou com sintomas de doenças infectocontagiosas, para que não sejam rechaçados no acesso ao evento”, alerta.

A exposição de animais tem a finalidade de expor e comercializar reprodutores das diferentes espécies de animais domésticos; proporcionar aos criadores o conhecimento do grau de desenvolvimento da produção animal, pelo exame dos reprodutores expostos; apresentar a produtores e indústrias o que vem sendo realizado no setor do agronegócio; demonstrar os resultados do emprego de novas tecnologias, visando ao aprimoramento dos rebanhos; e estabelecer maior intercâmbio entre os meios criatórios, produtivos e industriais, além da troca de experiências entre técnicos.

Leia também

Agronegócio

Mais de 40 milhões de cabeças deixam de ser vacinadas no Rio Grande do Sul.

Agronegócio

O setor espera alcançar, pelo menos, R$ 1 bilhão em vendas.

Agronegócio

No sábado, foi registrada a venda de 7.178 ingressos. No domingo, até as 19h, foram mais 11.769.

Agronegócio

O touro Guardião da Boa Esperança (box 1.032) supera todos os outros 4.056 animais presentes na 44ª Expointer em termos de peso. Neste domingo...

Agronegócio

Às 9h, aconteceu a cerimônia de abertura dos portões, no estande da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) no Pavilhão Internacional.

Agronegócio

“Uma foto histórica”. Assim a fiscal estadual agropecuária Brunelle Weber Chaves classificou a chegada na noite de terça-feira (31) dos animais da raça Angus,...

Agronegócio

Os primeiros animais a chegarem ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, nesta segunda-feira (30), para participarem da 44ª Expointer, foram os ovinos...

Agronegócio

O cavalo Reiuna Veneno reprodutor de pelagem gateada, nascido e criado em São Pedro do Sul na Cabanha Reiuna do criador Ricardo Bassotto, é...

Agronegócio

Comercialização será unicamente pela internet, com o limite de 15 mil ingressos de visitantes por dia

Agronegócio

O Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, vai receber 4.057 animais entre rústicos e de argola para a Expointer 2021, a maior feira...

Agronegócio

Faltando pouco mais de duas semanas para o início da 44ª Expointer, a feira foi lançada na tarde desta quarta-feira (18/8), no Palácio Piratini,...

Agronegócio

O número de animais de argola inscritos para a Expointer 2021, embora menor do que o da edição de 2019, a última antes da...

Agronegócio

A secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), Silvana Covatti, que está em Brasília nesta semana para cumprimento de agendas, recebeu a confirmação...

Agronegócio

Depois de se reinventar para oferecer uma edição totalmente digital durante a pandemia de Covid-19 em 2020, a Expointer passa por mais uma transformação:...

Agronegócio

A 44ª Expointer, que acontece de 4 a 12 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, contará com a participação de...

Agronegócio

O regulamento para a 84ª Exposição Estadual de Animais na 44ª Expointer foi divulgado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Como...

Agronegócio

A comissão organizadora do Pavilhão da Agricultura Familiar, na Expointer, analisou e aprovou a documentação de 216 agroindústrias e empreendimentos de artesanato rural, plantas...